quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Mulheres do CE, BA, MG e SP eram traficadas para Europa via Fortaleza

As mulheres brasileiras que eram vítimas de tráfico de pessoas para fins de exploração sexual saíram, em sua maioria, do Ceará, além da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, e eram levadas de Fortaleza para a Eslovênia, via Milão, na Itália. O esquema, detalhado pela Polícia Federal nesta quarta-feira (15), é investigado desde 2013. A operação Marguerita, nome de uma boate eslovena, prendeu 13 pessoas preventivamente e, duas temporariamente.

De acordo com o superintendente Regional da Polícia Federal do Ceará, Delano Cerqueira Bunn, Fortaleza é a rota principal do tráfico de pessoas e da prostituição. "Fortaleza é sim rota do tráfico internacional de pessoas e da prostituição. E essa operação de hoje confirmou isso. Todas essas pessoas presas aqui em Fortaleza. A organização criminosa que existe desde 2010", disse Delano.

Ainda segundo o superintendente da Polícia Federal o principal motivo de Fortaleza virar rota internacional é devido ao turismo e a posição geográfica. "Principal  justificativa é a questão turística e a posição geográfica. E cito é que a maioria das pessoas são de baixa renda. Pessoas que sonham em uma vida melhor", explica. (Do G1-CE)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo