segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Ex-prefeito de Canindé é inocentado em caso de acusação da morte do advogado José Wilson em 2001

Na última quarta-feira, 27, o Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua julgou o último réu suspeito de participação na morte do advogado canindeense, José Wilson de Andrade Freire, morto a bala no dia 23 de junho de 2001, no Bairro José Walter, em Fortaleza. A informação é do Portal Canindé Online.

Por maioria, o Conselho Popular não reconheceu que o réu Francisco Fábio da Silva participou do ato, transportando o executor de motocicleta até o local onde se encontrava a vítima, restando os quesitos subsequentes prejudicados.

Outro réu apontado como pistoleiro, Edneudo Oliveira da Silva (Edneudo Pipoca), também já havia sido absolvido no dia 25 de maio de 2016. O réu morreu em novembro deste ano, em um confronto com a Polícia Militar, em Tocantins.

Outros dois suspeitos, Manoel Carneiro Neto e Luís Ximenes Filho, ex-prefeito de Canindé, também foram absolvidos. O primeiro foi no dia 14 de dezembro de 2013, em uma vaquejada, em Tabuleiro do Norte. Ximenes, também falecido, vítima de um infarto em março de 2015, era acusado de ser o mandante do crime. Diante das absolvições de Francisco Fábio e Edneudo Oliveira, fica comprovado que Ximenes Filho era inocente e não tinha participação no homicídio. Fábio na época do crime, era motorista de Ximenes Filho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo