terça-feira, 6 de junho de 2017

O Quixeramobim: A História da notícia

Com o intuito de resgatar a memória preservada dos jornais que circulavam em Quixeramobim, a Academia Quixeramobinense de Letras, Ciências e Artes (AQUILetras), em parceria com a Fundação Canudos, criou o projeto “O Quixeramobim: A notícia local faz história – Preservando a Memória”.

No ano de 1906 foi criado “O Quixeramobim I”, com sua primeira edição publicada em 15 de novembro. A impressão era feita semanalmente e a ideia era encabeçada por Vasco Benício. Os redatores eram João Paulino de Barros Leal Júnior, Manuel Antônio de Andrade Furtado, Dr. Dias Neto, José Furtado e Barros Leal.

Infelizmente, o jornal só contou com quatro edições, o que era comum na época, pois os editores enfrentavam muitas dificuldades para levar as ideias à cabo.

Anos depois, em 1956, a ideia renascia e, assim, surgia “O Quixeramobim II”, encabeçado pelo Grêmio Dom Quintino, uma instituição formada por jovens idealistas, cheios de ideias vivas. As figuras que integravam o grupo, na época, eram: Eudoro Walter de Santana, Leorne Belém, Marum Simão, João Belém, Moacir Simão, Alfredo Machado, Antônio Fernandes, Maria Lúcia Fernandes, Tereza Machado, Humberto Martins, Manuel Luiz Fernandes, João Gaspar, José Gaspar, Maria Helena, Zilma Costa, Marcelo Pordeus, entre outros jovens.

A primeira edição do Quixeramobim II saiu em 18 de maio de 1956, durando cerca de um ano, tendo atuação em âmbito regional.

Anos depois, no dia 1° de setembro de 1984, surgia O Quixeramobim III, que tinha como principal finalidade reivindicar melhorias para o Sertão Central, sob orientação de Oséias Moraes, Marcos Antônio Chaves, Alfredo Ricardo Machado e Wood Dantas Ferreira.

Confira o vídeo do escritor Bruno Paulino falando sobre o projeto clicando AQUI. (Do Repórter Ceará)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo