segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Jovem procura mãe biológica em Quixeramobim

Aline Cavalcante, 32 anos
A jovem Aline Cavalcante Mesquita Sobreira, 32 anos, procurou a redação do Quixeramobim Agora em busca de informações sobre o paradeiro de sua mãe biológica. A história da Aline, que hoje mora em Fortaleza, parece com a de muitas pessoas que procuram por pais biológicos.

Aline Cavalcante, nasceu em 02 de junho de 1987, na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, em Fortaleza. Segundo seus pais adotivos, a Josefa Aglais Cavalcante Mesquita e o Antônio Carlos Mesquita Ferreira, a sua mãe biológica chamava-se Maria de Fátima. Aline conta que foi entregue aos pais adotivos ainda bebê. Sua mãe teria na época idade aproximada entre 14 ou 16 anos, e alegava não ter condições para criá-la.
Aline dias após o nascimento
A última informação que Aline teve sobre o paradeiro de sua mãe é que ela era de Quixeramobim, mas que trabalhava na casa dos patrões, próximo ao Mercado São Sebastião, em Fortaleza e que depois de seu nascimento teria retornado para sua terra natal. "Estou atrás da minha mãe biológica só para dizer que a perdoo e não tenho ressentimentos. Queria apenas conhecê-la, ela já tem uma netinha de 1 ano. Não tenho muitas informações. A única coisa que tenho de minha mãe é uma manta amarela de tricô que eu estava enrolada quando fui dada".
Toalha usada por Aline quando saiu da maternidade
O relato de Aline foi divulgado pela rádio Canudos FM. Se você souber alguma informações sobre Maria de Fátima, entre em contato com o Sistema Maior de Comunicação pelo WhatsApp (88) 9.8883-6340 ou ligue para (88) 3441-1178 / 3441-0263.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo