Banner_Banco_Nordeste

terça-feira, 10 de julho de 2018

Quixeramobim: Polícia prende grupo de homens com armas, tatu e pássaros silvestres mantidos em cativeiro

Cinco homens foram presos por porte ilegal de arma e crime ambiental neste fim de semana em Quixeramobim, no Ceará. Eles foram encontrados com armas de numeração suprimida e animais silvestres.

As prisões foram feitas pelo Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA), com a participação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Na tarde de sábado, 07, quatro homens foram presos durante fiscalização ambiental na zona rural de Quixeramobim.

Com eles foram encontradas quatro espingardas, além de cartuchos para as armas e recipientes com chumbo e pólvora. Eles também mantinham em cativeiro aves da fauna silvestre, como periquitos do sertão, galo de campina, abrefecha e bicudo.

Três deles foram levados à Delegacia Regional de Quixadá, onde foram autuados em flagrante. Um deles pagou fiança no valor de R$ 954 e foi posto em liberdade provisória. Para o quarto homem foi aberto um inquérito policial.

No domingo, 08, por sua vez, um quinto homem também foi flagrado na mesma região com duas espingardas e animais silvestres. O suspeito, de 61 anos, foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim, onde foi instaurado inquérito policial. Ele pagou uma fiança de R$ 318 e foi posto em liberdade provisória. (Do Repórter Ceará com informações do G1-CE)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo