Banner_Banco_Nordeste

terça-feira, 29 de maio de 2018

Ceará registra queda no percentual de jovens que não estudam nem trabalham

O Ceará registrou queda no número de jovens de 15 a 17 anos que nem estudam e nem trabalham, entre 2016 e 2017, de acordo com cálculos realizados sobre a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), realizada pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE). A redução, em termos absolutos, significa que cerca de 12.500 pessoas deixaram de estar nestas condições no último ano. Em 2016, o número de jovens sem trabalho e sem estudo era de 13,23%, caindo para 10,68% em 2017.

De acordo com o secretário da Educação, Rogers Mendes,”a reinserção dos jovens na escola associado a um forte trabalho da área educacional para redução do abandono ao longo dos ensinos fundamental e médio, em parte, pode explicar esse resultado. Significa um impacto positivo em termos de aspectos sociais, além de contribuir para que permaneçam na escola e finalizem a educação básica com sucesso”, ressalta.

A rede pública estadual de ensino do Ceará apresentou redução histórica do abandono escolar em uma década. A taxa em 2007 alcançou os 16,4%, baixando para 6,6% no ano passado.

Ações desenvolvidas pela Secretria da Educação (Seduc) como o monitoramento ostensivo da infrequência dos alunos, por meio das salas de situação de cada Regional; a atuação do Projeto Professor Diretor de Turma e a parceria com organismos como Conselhos Tutelares e Ministério Público, bem como a aproximação da família da escola, são procedimentos atribuidos a esta diminuição.

Ainda como fatores responsáveis pelo combate ao abandono escolar, destacam-se o fortalecimento das competências socioemocionais dos estudantes, o esforço diário dos professores, servidores e gestores. (Com Ascom)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo