Banner_Banco_Nordeste

terça-feira, 3 de julho de 2018

Quixeramobim não cumpre requisitos do Incentivo “Todos contra o Mosquito” e não participará de rateio

Após a avaliação dos desempenhos municipais no controle das arboviroses, a Secretaria da Saúde do Estado divulgou os 100 municípios que participarão do rateio de R$ 10 milhões do incentivo instituído pelo Governo do Ceará em 12 de junho de 2017, na mobilização “Todos contra o Mosquito”, para investimento em ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Os municípios contemplados cumpriram as metas e alcançaram parâmetros satisfatórios nos critérios de avaliação Estabelecidos no Termo de Compromisso assinado pelo governador Camilo Santana e o secretário da Saúde, Henrique Javi, no ano passado.

Quixeramobim fora da lista
Quixeramobim, um dos municípios que mais registrou casos de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti não cumpriu algumas das metas, por isso, ficou de fora do rateio. Até o dia 23 de julho do ano, haviam sido notificados mais de dois mil casos de doenças relacionados ao mosquito.

Conforme dados da Secretaria de Saúde do Estado, entre o início do mês de janeiro e a primeira quinzena do mês de julho de 2017, foram notificados 2.117 casos de dengue e chikungunya em Quixeramobim, um total de 10,8 novos casos a cada 24 horas. O índice de infestação predial chega a 11,73%. Em comparação com o vizinho Quixadá, Quixeramobim teve 9 vezes mais casos notificados de dengue e chikungunya.

Sobre o rateio
Para participar do rateio do incentivo financeiro, os municípios cearenses deveriam cumprir seis critérios de execução das ações previstas para o período de julho a dezembro de 2017. Entre esses critérios estão a instituição do comitê municipal intersetorial de combate ao mosquito, monitoramento dos indicadores de qualidade da vigilância das arboviroses, cobertura mínima da visita domiciliar de 80% dos imóveis do município e apresentação do Plano Municipal de Ação de Vigilância e Controle das Arboviroses para 2018.

Com o rateio, caberá aos 100 municípios classificados a divisão do incentivo de R$ 10 milhões, que chega a representar incremento de mais de mil por cento, ou mais de dez vezes, no caso de Guaramiranga, o valor do Piso Fixo da Vigilância em Saúde (PFVS) repassado pelo Ministério da Saúde. Dos 100 municípios incentivados, 69 terão incremento superior a 100% ao PFVS. Os recursos do incentivo deverão beneficiar com ações de controle das arboviroses uma população de mais de 3 milhões de habitantes, residentes dos 100 municípios classificados. (Do Repórter Ceará)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo