segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Presa estelionatária no Ceará suspeita de fazer saques do PIS com 100 documentos falsos

Uma mulher de 27 anos suspeita de aplicar golpes em todo o Nordeste foi presa na última sexta-feira (23) em Maranguape, na Grande Fortaleza. De acordo com Jaime de Paula Pessoa, titular da delegacia de Defraudações e Falsificações do Ceará, a mulher faz parte de uma quadrilha que aplica golpes em vários estado do Nordeste.

Com ela, foram encontradas 100 de carteiras de identidades falsas. Os documentos seriam usados em fraudes em saques do Programa de Integração Social (PIS) e FGTS. “Ela já aplicou golpes em vários estados. Além de Fortaleza, ela, junto com outras pessoas da quadrilha, aplicou golpes em Natal, Teresina e São Luís”.

Jaime Pessoa conta que o marido dela foi preso há 20 dias por praticar os mesmos golpes, não em Fortaleza, mas em Natal. “Geralmente o golpe consistia da seguinte forma. Ela pegava o nome das pessoas e retirava dinheiro do PIS, além de realizar várias compras no comércio. Ela nos contou em depoimento que há poucos dias, estava em São Luís e fez várias compras. Todo dinheiro roubado dos comércios e do PIS era repassado uma parte para o chefe da quadrilha”, explica Jaime Pessoa.

Segundo a polícia outras cinco pessoas estão foragidas. Alé das identidades, foram encontrados cartões de lojas e 24 comprovantes de saques do PIS no valor total de R$ 937,00. A mulher está detida na sede da Delegacia de Defraudações e Falsificações do Ceará. (Do G1-CE)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo