sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Políticos se pronunciam sobre a perda do curso de Medicina de Quixeramobim


A informação de que Quixeramobim não mais seria beneficiado com um curso de Medicina provocou um verdadeiro terremoto político no município e levou quadros como o ex-prefeito Cirilo Pimenta, o deputado estadual Osmar Baquit, o deputado estadual Tomaz Holanda e o prefeito Clébio Pavone a se pronunciarem acerca do assunto.

Na manhã da quarta-feira, 02, o ex-prefeito Cirilo Pimenta publicou uma nota através do seu perfil no Facebook relembrando a mobilização feita há dois anos com o propósito de receber o curso de medicina e apontando o atual prefeito Clébio Pavone como o principal responsável pela perda.

“Infelizmente Quixeramobim, depois de ter sido selecionado e aprovado pelo MEC, teve seu nome retirado da relação dos municípios beneficiados. Isso é resultado da falta de interesse e compromisso do atual prefeito e seus apoiadores pelo futuro da juventude e de nossa terra”, disse Cirilo.

O deputado estadual Tomaz Holanda chegou a declarar na tarde de hoje, em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Ceará, que ficava triste por saber que o município não seria beneficiado com o curso de Medicina mesmo tendo estrutura para tal.

Em conversa com o ex-secretário municipal Aécio Holanda, o deputado estadual Osmar Baquit disse que Quixeramobim perdeu o curso de Medicina porque faltou liderança política do atual prefeito.

Já o prefeito Clébio Pavone divulgou em sua página no Facebook, a informação de que o deputado federal Genecias Noronha, atendendo seu pedido, teria se reunido com o ministro da Educação Mendonça Filho e cobrado ações do Ministério da Educação para que o curso de Medicina seja implantado em Quixeramobim. De acordo com Pavone, o ministro se comprometeu a dar “agilidade à análise e viabilizar, no menor prazo possível, o atendimento do pleito apresentado pelo parlamentar”.

Apesar das críticas feitas pelos políticos que se opõem à atual gestão municipal, ainda não se sabe ao certo o que levou a retirada de Quixeramobim, por parte do Ministério da Educação, da lista de municípios que seriam beneficiados com o curso de Medicina, tendo em vista que, no ano passado, o MEC teria confirmado a concessão deste grande benefício.

Acompanhe a cobertura especial do Repórter Ceará. A qualquer momento divulgaremos mais informações sobre o assunto. (Do Repórter Ceará)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo