segunda-feira, 10 de julho de 2017

Você, prefeito por um dia!

Com o título acima, acompanhe o editorial do site Repórter Ceará, sobre o quadro "Você, prefeito por um dia", do Programa Ponto de Vista, da Canudos FM 106,7:

Em uma sociedade democrática, a imprensa funciona como um instrumento de aproximação entre o poder público e os cidadãos. Além de informar, fiscalizar e debater ideias, é papel da imprensa dar maior visibilidade às reivindicações populares e cobrar a ação dos dirigentes políticos diante destas. Desde a sua fundação, o Sistema Maior de Comunicação tem buscado cumprir o seu papel. Neste ano, avançamos um pouco mais ao criar o quadro “Você, prefeito por um dia!”, trazendo às segundas-feiras da Rádio Canudos FM as diversas demandas dos habitantes de Quixeramobim.

Lançado em meados de fevereiro, o “Você, prefeito por um dia!” fez ressoar, através das ondas do rádio, durante 18 semanas, os anseios da população da cidade. A cada programa, os moradores que participavam por meio de ligações e mensagens de texto apontavam quais problemas dos bairros em que viviam seriam imediatamente solucionados se os mesmos fossem prefeitos por um dia. As inúmeras participações tornaram o quadro um caso de verdadeiro sucesso.

Uma análise feita a partir das participações populares permitiu à equipe do Sistema Maior de Comunicação identificar os principais problemas que afetam a população que reside no perímetro urbano. As sugestões e críticas apresentadas foram reunidas em um relatório que será entregue, por ocasião do programa “Ponto de Vista”, na próxima quinta-feira, 13, aos representantes dos poderes Executivo e Legislativo do município.

Em ordem decrescente de importância – baseada no número de apontamentos registrados através do programa – figuram como grandes vilões da vida na cidade: a péssima qualidade dos calçamentos; a falta de espaços adequados para a prática de esportes, como quadras e academias ao ar livre; esgotos que correm a céu aberto em algumas ruas dos bairros periféricos; iluminação pública precária; falta de médicos nos postos de saúde; animais abandonados e cemitérios abarrotados de túmulos.

Além dos problemas acima citados, muitos moradores reclamaram dos comerciantes que ocupam as calçadas do centro da cidade com as suas mercadorias impedindo a livre circulação dos pedestres. Já outros, reivindicaram a reforma das praças São Vicente e São Francisco, localizadas nos bairros Monteiro de Moraes e Maravilha, respectivamente. Alguns ouvintes sugeriram a revitalização da “barraginha” e a restauração de importantes prédios do centro histórico do município, além de cobrarem a conclusão das obras de duplicação da Avenida Cleodon Siqueira, na entrada da cidade.

Os problemas apontados pelos cidadãos de Quixeramobim evidenciam a fragilidade da infraestrutura urbana do município, o que contribui para o surgimento de situações que dificultam ainda mais a vida na cidade. A falta de pavimentação em algumas ruas dos bairros mais distantes do Centro, por exemplo, impede até a simples entrega de correspondências pelos Correios. Outro exemplo são as ruas com iluminação precária. Estas tendem a aumentar a possibilidade de ação de criminosos, ao passo que reduzem a sensação de segurança e provocam a diminuição do fluxo de pessoas.

Movido pela ideia de que existem soluções para os problemas enfrentados atualmente é que o Sistema Maior de Comunicação abre espaço para a participação popular, ao passo que cobra uma ação imediata dos dirigentes políticos diante dos requerimentos feitos pela sociedade. É o poder público que deve dar as repostas adequadas às demandas populares. Mas, para tanto, é preciso sensibilidade e força políticas. Sensibilidade para reconhecer a existência dos problemas e trata-los de acordo com o seu grau de complexidade. Força para buscar soluções eficientes e eficazes para tais.

E você, o que faria se fosse prefeito por um dia?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo