sexta-feira, 21 de julho de 2017

Lula aponta Camilo Santana como presidenciável caso seja impedido de disputar as eleições em 2018

Frente à condenação proferida pelo juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Lula apontou o governador do Estado, Camilo Santana (PT), como um dos nomes do Partido dos Trabalhadores para concorrer a presidência da República no ano que vem. Não somente pela condenação, mas também, caso o Tribunal Regional Federal da 4ª região mantenha a sentença e o impeça de concorrer em 2018.

Além de Camilo, Lula citou o nome dos gestores de Minas Gerais e da Bahia, Fernando Pimentel e Rui Costa, justificando o apontes como “governadores em três Estados importantes que têm cacife para ser candidatos” em 2018. As declarações foram feitas nessa quinta-feira, 20, durante entrevista transmitida pela internet com os jornalistas José Trajano, Juca Kfouri e Antero Greco.

Camilo Santana, no entanto, já havia defendido o nome do padrinho de campanha de 2014, o ex-governador Ciro Gomes (PDT), para a disputa presidencial, com Fernando Haddad na condição de vice. Vale ressaltar que o PDT lançou informalmente a candidatura de Ciro ao Planalto. Dessa maneira, Camilo tem evitado adiantar a disputa presidencial de 2018, já que seu padrinho político no Ceará pode ser adversário de Lula na eleição de 2018. Recentemente, o governador chegou a dizer que o ex-presidente “é o grande nome para ser candidato a presidente da República pelo PT e pela esquerda”.

Detalhe – Lula acredita, no entanto, que o nome mais preparado entre os correligionário, seja o do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. “O Haddad pode ser uma personalidade importante se se dispuser a percorrer o país. Já me reuni com ele e falei: ‘Você tem que botar o pé na estrada e falar o que você fez pela educação”, afirmou o líder petista. (Do Repórter Ceará com Blog Política do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo