terça-feira, 18 de julho de 2017

Chega a dez o número de crianças assassinadas em 2017

Mortos a facadas a poucos metros de casa, no Sítio Inharim, na zona rural de Viçosa do Ceará, na microrregião da Ibiapaba, os irmãos Iracione Almeida Cardoso, 8, e Francisco da Silva Cardoso Almeida, 10, completam a lista de dez crianças assassinadas no Ceará até agora em 2017. Em 2016, foram oito as crianças que tiveram as vidas ceifadas antes de chegar aos 12 anos de idade. Faltando ainda mais de cinco meses para fechar o ano, o número de 2017 já é 25% maior que o do ano anterior.

Os número foram levantados pelo O Povo a partir das estatísticas de vítimas de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Os irmãos saíram de casa na manhã do último domingo, 16, para colher capim que serviria de alimento ao carneiro recém-adquirido pela família.

O passeio teria sido interrompido por Francisco Rogério Soares Pereira, 26, e Iranildo Antônio de Araújo, 33. A dupla, autuada em flagrante por homicídio duplamente qualificado, por forma cruel e impossibilidade de defesa das vítimas, foi presa ainda na noite de domingo. Na tarde de ontem, um adolescente de 15 anos também foi apreendido. Conforme a Polícia Civil, ele teria confessado a participação no delito, alegando ter sido forçado a segurar uma das vítimas para que Rogério desferisse as facadas. (Do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo