quinta-feira, 6 de julho de 2017

Após início de funcionamento da UTI, serviços de ressonância magnética e tomografia deverão ser implantados até final de julho

Nesta terça-feira, 4, o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim, iniciou o funcionamento da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com a internação de três pacientes.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), no cronograma do Hospital consta que a próxima etapa consistirá na implantação dos serviços de ressonância magnética e tomografia, previsto para ter início até o fim deste mês de julho. Após isso, a previsão é que ocorra a abertura dos demais leitos de internação. A última etapa a ser implantada será o atendimento de emergência.

A UTI conta com uma equipe composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, farmacêuticos, nutricionistas e técnicos de enfermagem que se revezam durante as 24 horas por dia para prestar assistência aos pacientes internados.

Detalhe – Na Unidade de Terapia Intensiva estão internados dois pacientes de Quixeramobim e um de Itapipoca. Os dez leitos de UTI disponibilizados no hospital são os primeiros da rede pública na Macrorregião do Sertão Central. Em seis meses, já foram realizados 8.382 atendimentos. Destes, 1.722 ambulatoriais, entre consultas cirúrgica, anestésica, clínica geral e de nutrição; 6.230 exames laboratoriais e de imagem, 363 cirurgias e 67 internações cirúrgicas. (Do Repórter Ceará)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo