quinta-feira, 15 de junho de 2017

SSPDS investiga se há relação entre chacinas na Região Metropolitana

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou que as recentes chacinas registradas no Ceará podem estar interligadas. Desde o último mês de março, pelo menos 17 pessoas foram mortas e oito ficaram feridas em quatro ações distintas. Por trás de cada um dos embates, estariam confrontos entre facções criminosas que atuam no Estado, em guerra declarada desde o início do ano.

Os conflitos, que tiveram início no sistema penitenciário, repercutiram fora das muralhas na forma de acirramento na disputa por território para o tráfico de drogas. “Há grande possibilidade (de estarem relacionadas). Um grupo age contra outro e aquele depois revida. Mas tudo isso está com a DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa). É alvo de investigação, com certeza. É prioridade nossa e no momento oportuno será dada a resposta a toda a sociedade”, assegurou.

A declaração foi dada durante cerimônia de promoção de 625 militares, sendo 573 policiais e 52 bombeiros. O evento ocorreu no Centro de Eventos e contou com a presença do governador Camilo Santana (PT), que atribuiu os casos de violência a um incômodo que a Polícia estaria causando aos criminosos.

“Há um acirramento entre as facções criminosas no Ceará. Uma disputa de território. Isso se deve às ações entre eles, mas também a algumas ações da Polícia, que ocupou alguns territórios antes ocupados por eles. Agora essas facções procuram outros territórios. Há uma forte disputa no Ceará”, confirmou. (Do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo