quinta-feira, 25 de maio de 2017

Governo convoca exército para conter protestos

Elemento que faltava para a pressão política atingir ápice, grandes manifestações de rua paralisaram ontem Brasília e obrigaram o governo Michel Temer (PMDB) a convocar as Forças Armadas. Com cenas de violência e uma Esplanada dos Ministérios em chamas, protestos levam crise para o “quintal” do presidente e levantam dúvidas sobre sua capacidade de tocar reformas que até agora lhe garantiam sobrevivência política.

Organizado para pedir a renúncia de Temer e protestar contra reformas da Previdência e trabalhista, ato começou pacífico e acabou em conflito após manifestantes alcançarem bloqueio da Polícia próximo ao Congresso. Após horas de confronto, ação acabou com pelo menos 49 feridos - entre eles um homem baleado - e sete pessoas presas.

Conflito maior ocorreu na Esplanada dos Ministérios, com depredação da fachada da sede de sete pastas, além de um incêndio no Ministério da Agricultura. Após acirramento dos ataques, servidores foram retirados e o governo publicou decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) autorizando o uso das Forças Armadas nos atos. (Do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo