quinta-feira, 23 de março de 2017

Uruguai x Brasil no Centenário vale muito mais do que um jogo

Um dos principais clássicos sul-americanos, líder e vice-líder das Eliminatórias para a Copa 2018, estádio lotado... Tradição! O Uruguai e Brasil desta quinta-feira, no Estádio Centenário, em Montevidéu, às 20h (horário de Brasília), é por si só um jogo especial. No entanto, outros tantos componentes elevam o duelo a patamares além das quatro linhas. Há muito mais do que três pontos em jogo nesta noite.

Do lado brasileiro, uma vitória significa o carimbo no passaporte para a Rússia, de acordo com as contas do técnico Tite. Desde 2002, nenhuma seleção ficou fora do Mundial atingindo 30 pontos, como o Brasil alcançaria triunfando em Montevidéu. A iminência da vaga, que já está encaminhada, selaria ainda mais a grande fase da Seleção, que vem de seis vitórias consecutivas, todas desde que Tite assumiu.

Mas batalha mais árdua vivem os uruguaios. Por trás da seleção que tentará fazer frente a Neymar, Firmino e Cia. em casa, acontece uma guerra de proporções pouco vistas no futebol. Há tempos, nossos vizinhos batem de frente com as autoridades futebolísticas de seu país pelo direito de ter mais direitos.

A briga é complexa. Um dos linhas de frente nem sequer estará em campo. É Diego Lugano, zagueiro do São Paulo e capitão da Celeste até a Copa de 2014. Respeitado por todos no homogêneo grupo de Oscar Tabarez, o defensor age para acabar com o monopólio que domina o futebol uruguaio há tempos, seja nos direitos de televisão e patrocínios para a seleção.

Uruguai e Brasil está longe de ser apenas um jogo de três pontos. Nunca é só futebol. (Do Terra)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo