sexta-feira, 10 de março de 2017

Dois assaltos são registrados em Quixadá

Na última quinta-feira, 9, dois casos assaltos foram registrados em Quixadá. No primeiro, uma dupla armada em uma motocicleta realizou o ato em uma movimentada via de Quixadá. No segundo caso, a vítima foi um vendedor de joias, o assalto foi realizado na zona rural daquela cidade.

No primeiro caso a vítima era um representante de uma empresa que portava uma quantia de R$25 mil. O assalto ocorreu na Avenida Francisco Pinheiro de Almeida. Segundo a Polícia, o assalto foi realizado por dois homens que transitavam em uma motocicleta Honda Titan 150 de cor preta, que acabaram fugindo, tendo seu rumo ignorado. As equipes da Polícia Civil e Militar seguem a procura dos dois indivíduos.

Já no início da tarde, um vendedor de joias também vítima de assalto por dois indivíduos em uma motocicleta. O assalto aconteceu na localidade de Ipueras, zona rural. Segundo a vítima, os dois homens transitavam em uma motocicleta Honda, de cor preta. Além da dupla que realizou o assalto, outra motocicleta Honda Bros de cor branca, dava apoio ao ato. Um dos assaltantes portava uma espingarda.

Segundo a Polícia, foram roubados nove conjuntos de joias. O valor dos produtos não foi revelado pela corporação. Eles ainda levaram a quantia de R$ 300,00 e dois telefones celulares do vendedor. As unidades policiais de Quixadá seguem realizando diligências a cerca de solucionar o caso.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo