sexta-feira, 10 de março de 2017

Brigas na base aliada de Temer ameaçam as reformas

O presidente Michel Temer (PMDB) reagiu com cautela às recentes críticas do líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros. Em resposta, Temer chamou o colega de partido para uma conversa ontem à noite no Planalto. O apoio de Renan é importante para que o governo consiga aprovar propostas difíceis, como a reforma da Previdência., principalmente depois que partidos da base de Temer expuseram discordâncias quanto às reformas.

Na última quarta-feira, 8, Renan deixou claro que desaprova nomeações para cargos importantes e afirmou que Temer está sendo manipulado pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, hoje preso pela Lava Jato em Curitiba. O senador também criticou o texto da reforma da Previdência em vídeo que publicou nas redes sociais.

“Os últimos sinais emitidos pelo governo com as nomeações é que há uma disputa interna entre o PSDB e o núcleo originário da Câmara, que foi liderado pelo Eduardo Cunha. Se [Michel Temer] não está fazendo esta leitura, deve estar equivocado pelas decisões que tomou”, disse. (Do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo