quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Sete mortes por febre amarela são confirmadas em Minas Gerais

Sete mortes por febre amarela foram confirmadas em Minas Gerais. A Secretaria de Estado de Saúde informou nesta quarta-feira (18) que foi notificada da confirmação dos óbitos pelo Instituto Evandro Chagas, que realiza os exames.

Até então, só se falava em casos suspeitos neste ano. Ainda não foram divulgadas informações sobre a identificação dos pacientes e por onde passaram. Em Minas, 46 mortes por suspeita da doença ainda são investigadas. O total de casos suspeitos passou de 152 para 184, segundo o último Informe Epidemiológico divulgado pela secretaria. O governo decretou situação de emergência em 152 cidades em áreas com surto da doença. O envio de mais 2 milhões de doses de vacinas foi solicitado ao Ministério da Saúde.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus, que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. De acordo com o ministério, a doença é transmitida por mosquitos e comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus. (Do G1)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo