segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Para cobrar reajuste, PMs apreendem até adolescente que teria matado passarinho

Policiais militares do Ceará realizaram a operação Tolerância Zero neste fim de semana. O objetivo era atender a todo tipo de ocorrência. Com o procedimento, que levou às delegacias até as ocorrências mais simples, a categoria quer, entre outros itens, pressionar o Governo pelo reajuste salarial ainda este ano e não parcelado como foi proposto por Camilo Santana (PT).

Na ação, casos que poderiam ser mediados pelos PMs foram levados aos distritos. Na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), por exemplo, foi registrado ato infracional de um jovem que teria matado um passarinho. Em outra unidade, houve apreensão de um indivíduo com um galo de briga.

Com a operação, o 34º Distrito Policial, na rua Princesa Isabel, no Centro, estava, na tarde de ontem, com todas as cadeiras ocupadas. Eram cerca de 50 pessoas aguardando atendimento — fosse para registrar boletim de ocorrência por perda de documento ou para pedir abertura de investigação de roubo de carro. Quatro viaturas estavam paradas do lado de fora, aguardando os PMs que acompanhavam os flagrantes.

A estudante Tainá Fernandes, 19, não aguentava mais esperar. Grávida de oito meses, ela foi com o marido, o operador de som Elizário Lima, 22, registrar o roubo de uma moto. Mesmo tento prioridade do atendimento, ela esperou três horas. “Eu entendo que eles querem reajuste, mas poderia ter mais respeito com as pessoas que esperam atendimento”, disse.

O delegado plantonista na unidade, Carlos Eduardo Pires negou, porém, que o movimento estivesse além do comum. Ele disse ter atendido, até as 17 horas, três flagrantes: um de uso de maconha e dois por roubo de celular. (Do O Povo Online)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo