quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Em entrevista, François Saldanha revela que não tentará reeleição, fala sobre sede própria da Câmara e destaca rompimento de aliados

O vereador de cinco mandatos, François Saldanha (PSD), eleito no último domingo, 1º, como presidente da Câmara Municipal de Quixeramobim, concedeu entrevista ao Programa Repórter Ceará, da Rádio Campo Maior AM 840, nesta quarta-feira, 04.

O vereador agradeceu aos parceiros de Mesa Diretora: Claudinha Borges (vice - PSD), Kim (1º secretário - PT) e Cristina Pimenta (2ª secretária - PDT), além dos vereadores pela votação obtida. Questionado sobre como se deu a escolha de seu nome, François afirmou que o grupo realizou duas votações internas que apontaram seu nome como favorito: “Houve uma votação antes, entre nós vereadores, e desta primeira votação o meu nome foi o mais solicitado, por isso busquei até o último momento a minha eleição, foi por conta disso, porque sempre fui de grupo, nunca fiz questão de um cargo desse. Foi feito também outro encontro, na casa do ex-prefeito Edmilson Junior, com a presença de 10 vereadores e todos tiveram o direito de falar e se colocar como candidato. Foi dada uma outra oportunidade para que as pessoas pudessem votar e novamente eu fui o mais solicitado por todos e por isso considero bem republicana a forma que fui escolhido”.

Sobre sua relação com a vereadora Claudinha Borges, já que os mesmos disputam votos no mesmo reduto eleitoral, François lembrou que a eleição da Mesa Diretora serviu para provar a boa relação dos dois: “Esse ano serviu para mostrar a população que não temos nada contra o outro”.

Na próxima segunda-feira, 09, François informou que passará a despachar na Câmara e disse que já está disponível para começar a receber as mensagens do executivo: “Já estamos prontos para receber as mensagens tão esperadas pela população quando da campanha”, disse ao se referir os compromissos assumidos pelo prefeito Clébio Pavone (SD).

A reportagem ainda indagou François sobre o rompimento de aliados, no caso de Edson Nogueira, Terezinha Pimentel, Roberlan Saldanha e Fernando Antônio: “Sem citar nomes, acho que cada um tem o direito de tomar suas decisões, agora tem que se responsabilizar, porque, na minha opinião, ainda existe na política aquelas palavras: Fidelidade partidária. Do meu partido, o PSD, que tem como grande liderança o Edmilson Junior, dos seis vereadores, nenhum deles debandou. Todos eles foram firmes em votarem no candidato que fazia parte da coligação. Agora houveram outros partidos que tiveram a debandada, como por exemplo, o PDT, que fiquei mas preocupado porque é o partido do ex-prefeito (Cirilo Pimenta). Não tenho nada contra essas pessoas que saíram, mas se fosse do meu partido, eu seria o primeiro a buscar providências sérias”.

Informações apontaram que na articulação que firmou François como presidente, teria ficado acertado o nome de sua vice, Claudinha Borges, para concorrer no segundo biênio. O presidente desmentiu essa afirmação e revelou que o único acerto do grupo é que não haverá reeleição do presidente: “Não aconteceu nenhum acerto com Claudinha, nem com qualquer outro vereador. O acerto que ficou firmado entre todos nós, é que o presidente ficará apenas dois anos e acho isso correto porque dar oportunidade a outros colegas de passarem por essa experiência”.

Sede própria
O presidente se comprometeu em ver a questão que envolve a paralisação das obras do prédio da Câmara Municipal, que ocorreu na gestão do ex-presidente Everardo Júnior. Ele alegou que o local não era adequado para receber as sessões. A obra foi iniciada na gestão de Clébio Pavone na presidência. François discordou que o local seja impróprio e pretende levar um engenheiro ao local para fazer as correções necessárias.

“Semana que vem já irei olhar o prédio que foi iniciado. Tem muitas polêmicas sobre a construção em que dizem que o prédio não tem estrutura. Eu não penso assim, acho que levando um engenheiro, um técnico da área, a gente pode fazer uma correção. Um prédio daquele, que já foi gasto mais de R$ 200 mil, acho que dar pra gente ver”.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo