segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Camilo decreta emergência hídrica em Fortaleza e Região Metropolitana

Nesta segunda-feira, o governador Camilo Santana (PT) baixou decreto no qual declara situação de emergência em Fortaleza e outros seis municípios da região. É a primeira vez na atual seca que é decretada situação emergencial na Capital. Além de Fortaleza, foi decretada emergência em Aquiraz, Eusébio, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú e Maranguape.

Com o aval do governador e do novo secretário da Segurança Pública, André Costa, o decreto facilita as condições para liberação de recursos federais e dá velocidade a ações emergenciais.

Com estes, chega a 137 o número de municípios em situação de emergência hídrica.

Onde há água
Dos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), só 17 estão com o volume de água acima de 30% da capacidade. O Estado tem reserva hídrica de 6,48%. São 48 açudes em volume morto, além de 37 classificados como secos.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), as chuvas precisam ocorrer nos lugares certos por, pelo menos, dois meses para que o cenário se regularize.

A maioria dos locais que ainda tem ao menos 30% do volume são açudes pequenos e rapidamente reabastecidos com precipitações pouco volumosas.

Postado por: Jornalismo – Sistema Maior de Comunicação com informações do O Povo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo