quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Câmara rejeita regime de urgência de projeto da seleção pública; Pauta deve retornar ao plenário para apreciação

A Câmara Municipal de Quixeramobim realizou nesta quarta-feira, 18, a primeira sessão ordinária do ano e o debate já sinalizou o clima de disputa entre situação e oposição no parlamento.

O atual presidente François Saldanha (PSD), que é oposição, teve que intervir em diversos momentos. A principal discussão foi em torno do projeto do executivo que dispõem da permissão para contratação temporária de excepcional interesse do setor público.

Os vereadores oposicionistas recusaram por 8 votos a 7 , o regime de urgência para votação do projeto que deve voltar ao plenário novamente na próxima sessão. Segundo eles, é necessário mais tempo para avaliar o projeto e como anda a demanda dos setores do executivo.

Para acalorar ainda mais o debate, sete dos quinze vereadores que integram a base de Pavone, votaram contra o projeto da Mesa Diretora que institui o organograma do legislativo para efetivação dos cargos do setor administrativo daquela Casa. Votaram contra o projeto da Mesa: Roberlan Saldanha, Antonio Couto, José Wilson, Terezinha Pimentel, Fernando Antônio, Edson Nogueira e Célio Neto.

Inicialmente a votação do projeto ficou em 7 a 7, e com isso o presidente da Câmara teve que votar para desempatar, conforme prevê o artigo 33, inciso 3º do regime interno. Com isso, o projeto foi aprovado.

Postado por: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O blog Quixeramobim Agora é uma ferramenta de informação que tem como características primordiais a imparcialidade e o respeito a liberdade de expressão.

Contudo, em virtude da grande quantidade de comentários anônimos postados por pessoas que se utilizam do anonimato muitas vezes para ferir a honra e a dignidade de outras, a opção "Anônimo" foi desativada.

Agradecemos a compreensão de todos, disponibilizando desde já um endereço de email para quem tiver interesse em enviar sugestões de matérias, críticas ou elogios: jornalismo@sistemamaior.com.br.

Cordialmente,
Departamento de jornalismo